Páginas

domingo, 13 de janeiro de 2013

127 - "Um conto de fadas. Um rei que me trata como uma rainha, já com um herdeiro ao trono e quem sabe uma bruxa má…"



(Adriana)

O Alexis tinha ido a casa e eu tinha ficado com o meu Thiago. Notava que dormia mais. Deduzi que a medicação tivesse esse efeito. Descansava-me vê-lo tão sereno. Uma enfermeira abordou-me enquanto o olhava.

- Boa tarde – saudou-me.

- Boa tarde.

- Eu sou enfermeira da ala pediátrica. É o Thiago Sánchez, não é? – perguntou.

- É sim – confirmei.

- Se não me engano é uma infeção urinária – disse, folheando um caderno de notas atentamente.

 - Sim, é.

- Não precisa de se preocupar. Ele vai ficar bem – descansou-me, sentando-se ao pé de mim no sofá – E já vi que tem uma mãe muito babada e aplicada.

- Como sabe? – perguntei.

- Já a vi na Cosmo.

- A Cosmo já saiu? – perguntei surpreendida.

- Sim, já. Está fantástica. Quem diria que é tão nova. Não me estou a referir ao seu aspeto físico, claro – apressou-se a esclarecer – É uma mulher deslumbrante. Mas tem uma maturidade tão grande quando fala e depois…a maneira como olha para o Thiago – sorriu.

- Obrigada – agradeci num misto de emoção e vergonha.

- Eu vou buscar a revista – ofereceu-se – Tenho-a no cacifo para a ir lendo nas pausas. Para além disso, a senhora bem vai precisar de ter algo com que se entreter.

- Pois esperam-me duas semanas. Portanto é melhor começares já a tratar-me por tu – desafiei-a com um sorriso.

- Seria incapaz – recusou quase ofendida – A senhora é mãe de um paciente e…e…e é a Adriana Sánchez!

Fui incapaz de segurar o riso.

- Como te chamas? – meti-me com ela.

- Mia – respondeu-me um pouco envergonhada.

- Olá, Mia. O meu nome é Adriana e este é o meu filho Thiago.

Ela sorriu, apercebendo-se da minha tentativa de nos fazer recomeçar do zero, fingindo que eu era apenas uma jovem mãe chamada Adriana e não Adriana Sánchez, a modelo da capa da Cosmo e mulher de El Niño Maravilla.

- É muito bonito – elogiou com um sorriso descontraído.

- Obrigada.

- Talvez seja melhor eu arranjar-lhe alguma coisa para ler – ofereceu-se.

Adorava aquele “teatro”. Adorava que nos fingíssemos duas pessoas normais que se conheciam num hospital por uma mera infelicidade, neste caso, o adoecimento do Thiago. Normalidade…Já tinha perdido isso há muito tempo!

- Seria ótimo – respondi-lhe grata.

Ela retirou-se para pouco depois aparecer com a Cosmo na mão.

- A capa deste mês é com a Adriana Sánchez. Uma excelente edição! – garantiu, naquele ambiente de “conversa fiada”.

- Acho que vou dar uma vista de olhos! – decidi com um sorriso.

- Tudo bem. Se precisar de alguma coisa, procure-me pela ala – disponibilizei-me.

- Obrigada.

Ela saiu e eu resolvi olhar para a Cosmo. Sorri ao olhar a capa. Eu era o destaque desta edição, sendo o resto da revista preenchido pelos temas habituais da revista: homens, sexo, beleza, moda.
Folheei a revista uma primeira vez, focando-me nas fotografias, para depois ler a entrevista com mais atenção:







JOVEM, BONITA E ARROJADA. A MODELO ESPANHOLA REVELA O SEU SEGREDO: “ARRISCAR, ARRISCAR, ARRISCAR”

Em média, uma mulher portuguesa tem uma esperança de vida de 82 anos, contudo, bastou um ano a Adriana Sánchez para revolucionar a sua vida: conseguiu um contrato com o Barcelona FC como representante da marca do Clube e encontrou Alexis Sánchez que se veio a tornar seu marido e pai do seu filho, Thiago de apenas dois meses. Mal poderia adivinhar Adriana que a sua decisão há dois anos atrás de trocar Portugal por Espanha, lhe traria tanta coisa! Realizada a nível pessoal, quer agora apostar na sua carreira como modelo.


Fala-nos da tua infância. Que recordações tens?
Eu vivia num pequeno bairro de Lisboa. A minha paixão era o futebol. Todos os dias juntava-me aos rapazes e jogávamos uma peladinha na rua. Era um vício tremendo e era dificílimo a minha mãe tirar-me lá! Aliás eu só comecei a ser mais certinha nos estudos e nas horas de chegar a casa, quando o meu pai me ameaçou de que ou eu cumpria as regras ou deixava de ir com ele aos jogos na Luz. Tornei-me uma menina de coro! (risos) Aos 16 anos, apareceu a oportunidade de trocar Lisboa por Madrid e formar-me em moda.


Uma decisão difícil…
Sim, mas hoje sei que foi a certa. Se não tivesse feito esta escolha, provavelmente hoje não seria modelo, não seria esposa, não seria mãe.


O que mudou com o aparecimento do Alexis na tua vida?
A maneira de viver cada dia. Ele faz-me sentir completa, sentir feliz. Pequenos gestos, como chamar-me de princesa, dar-me flores num dia sem significado especial, dizer-me que me ama a qualquer momento do dia como na primeira vez, tornam tudo especial. Foi a melhor coisa que a vida me podia ter dado!


O que foi mais difícil até agora na vida como mãe?
O parto. Foi o mais difícil e o mais gratificante. Foi um desespero desumano, desde que senti a contração em Camp Nou até que finalmente ouvi o primeiro choro do Thiago.


Uma experiência traumatizante…
Não vou negar que foi a experiência mais dolorosa da minha vida, lembro-me que quando a Ana estava a inverter o Thiago para conseguir fazer o parto eram dores surreais, desumanas e lhe pedi várias vezes para parar porque não julgava aguentar. Mas compensou. Viveria tudo de novo. Agradeço todos os dias por ela não ter ouvido as minhas palavras!


Então ser mãe novamente está nos teus planos?
Calma! Primeiro, o Thiago! Ser mãe é difícil. Aprende-se a cada dia, é o maior desafio da vida. Antes de pensar em voltar a ser mãe, quero centrar-me no Thiago.


E a carreira?                                                                     
A carreira é para ser continuada! Fisicamente, já me sinto de volta, mas ainda me é um pouco difícil estar longe do Thiago. Uma hora longe dele já implica chegar a casa e enchê-lo de beijos! Mas quero continuar com a moda. É uma paixão!


Então aberta a novos projetos, certo?
Claro! Gosto de coisas novas, que me entusiasmem, que me façam sentir realizada!

Fotografar para uma marca de lingerie seria para ti uma hipótese válida?
Sim, claro! Não tenho medo de expor o meu corpo a esse ponto. Se me perguntassem, se me despiria para uma revista masculina, aí sim, receberiam um “não” bem redondo!


Algo no futuro te assusta?
Se tiver quem amo ao pé de mim, acho que nada no futuro me pode assustar!

Que qualidade destacarias em ti?
A persistência! Desistir nunca foi o meu forte!


E o que achas que podias melhorar em ti?
Tudo! Podemos sempre melhorar porque não somos perfeitos!


Do que te sentes orgulhosa?
Da família que construí!


Como descreverias a tua vida?
Um conto de fadas. Um rei que me trata como uma rainha, já com um herdeiro ao trono e quem sabe uma bruxa má…


Sou feliz quando…
O Thiago me sorri quando me vê chegar ao berço dele.


A coisa mais bonita que já ouvi sobre mim…
Foi quando o Alexis disse que eu era a coisa mais bonita que Deus podia ter criado


Um sonho
Que o meu filho seja tão feliz quanto eu!


Só tenho medo de…
Perder quem amo!


Gosto de homens…
Como o meu!!!


O nome do meu cão é…
Não tenho cão! Nunca me dei bem com animais. Mas tenho a certeza que está cada vez mais perto o dia em que o Alexis me chegue a casa com um cachorrinho da rua e eu não consiga dizer-lhe que não!


Sinto-me bem quando…
O Alexis me mima após um dia daqueles!


Na minha bolsa pode-se encontrar…
Tudo! Telemóvel, maquilhagem, carteira e principalmente brinquedos do Thiago!


Uma cor que me inspira
Branco. Transmite-me muita paz.



- Está fantástica.

A voz do Alexis sobressaltou-me.

- Que susto, Alexis! – disse, levando as mãos ao peito.

Ele sentou-se ao pé de mim e deu-me um beijo.

- Demoraste! – comentei.

- Ah…distraí-me! Sabes como sou!



(Ana)

- Ana…

O Cesc abordou-me enquanto eu estava a brincar com o Peti no jardim, tentando esquecer as palavras do advogado, mas principalmente a minha atitude.

- Deixa-me sozinha, por favor – pedi-lhe.

Ele sentou-se ao pé de mim.

- Ana, eu percebo o que estás a p…

- Percebes? – indignei-me – Como é que amanhã vou dizer ao meu melhor amigo que vai perder os oito anos de infância do filho? Como?!

- Ana, sei que não é fácil. Mas não vamos desistir. Eu prometo-te – aproximou-se de mim, passando a mão pela minha face e beijou-me calmamente.


***

O mês de agosto passou a correr. Os últimos dias de férias do Cesc escassearam tal como os meus. Entre dias de praia, com tardes na prisão, o tempo sumiu. Acabamos por contar a situação ao Tiago que, apesar de não o demonstrar, ficou bastante abalado com as notícias do adovogado.
Em agosto, voltamos a trabalhar, ainda que eu tivesse deixado as funções do departamento médico, sendo apenas fotógrafa do clube. As suspeitas em volta de um possível embarazo meu cresciam a cada dia, ainda assim eu e o Cesc estávamos determinados a apenas anunciar a gravidez aos três meses de gestação, caso os atingisse.
Os primeiros dias foram de pré-época de testes médicos, o que acabou por originar várias brincadeiras no mundo virtual. Uma fotografia, que publiquei no Twitter com a legenda “Hum, adoro testes médicos”, acabou por agitar a curiosidade à nossa volta.

Celebramos o 12 de agosto, dia em que nos conhecemos, com um jantar bem romântico e hoje partíamos para Paris, para assistir ao concerto dos Coldplay. Certamente um fim-de-semana espetacular!


(Adriana)


Finalmente o Thiago voltou a casa! Já estava farta do cheiro a desinfetante, da comida insossa, do barulho dos corredores… Foram 15 dias bem complicados, que nos obrigaram, inclusive a comemorarmos o aniversário do dia em que nos conhecemos a comer hambúrgueres num sofá de hospital enquanto observávamos o Thiago. Mais romântico do que se possa imaginar!
Por outro lado, a minha entrevista na Cosmo estava a ser sucesso e seria parte integrante da Cosmo internacional! Contudo sentia o Alexis estranho. Parecia cortar-me as asas ou querer amarrar-me os pés ao chão. Apesar de me apoiar a 100% no projeto que estava a desenvolver com a mãe e a cunhada da Ana para a criação de uma marca própria, quando lhe falava das minhas expetativas como modelo parecia fugir ao assunto. Ainda assim tentei não dar-lhe muita atenção. Era pré-época e era normal estar mais tenso por voltar à rotina.
Ontem ele voltou de estágio e como o Thiago adormeceu cedo, aproveitámos para tirar um tempinho para nós.
Estava já a tomar o pequeno-almoço, após o Alexis ter saído para o treino, quando o meu telemóvel começou a tocar. Corri a atendê-lo para que não acordasse o Thiago. O número era privado mas decidi atender.

- Buenos días!

- Good morning. Am I talking with Adriana Sánchez?

- Yes, you are… - inglês? Quem me falava em inglês!

- Daqui é Sharen Turney – assim que ouvi aquele nome petrifiquei – Estou em Barcelona e gostaria de falar consigo. Tenho uma proposta para si!



Que proposta será esta?
E como será o fim-de-semana em Paris?




Olá!
Peço imensas mas mesmo imensas desculpas!!!! Sei que já não publico desde o Natal e lamento imenso! Desculpem-me! Está aqui o capítulo. Não estou muito convencida em relação a ele mas tinha mesmo de postar!
Deixem os vossos comentários ou pelo menos as vossas reações (é apenas um clique!). Ah e já agora respondam à sondagem! É importante!! Aviso: aproximam-se grandes emoções!


Beso
Ana Santos

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Novo ano...



Olá!

Feliz 2013 a todas!
E por falar em todas, afinal quantas somos? A pergunta parece estranha mas estou mesmo confusa.

Os comentários e reações raramente ultrapassam os 10, mas as sondagens rondam sempre as 50 respostas. Se o número de respostas das sondagens corresponder ao número de leitoras, é a minha fic mais lida!

Ainda assim confesso que às vezes desanimo por ver tão poucas reações e não me sentir lida… Sei que a fic está mais calma e percebo que seja mais aborrecida, mas nas histórias também tem de haver estabilidade de vez em quando.
Confesso que conto acabar esta fic em breve e restam 3 momentos marcantes para me despedir desta história.
Isto já está a ficar enorme e neste momento já não me querem ler. Eu percebo. Estou quase a acabar!

Estava a dizer que me ia despedir desta história em breve, mas, para quem não sabe, ela foi a minha primeira fic e portanto “sofreu” com toda a minha evolução criativa, por isso, estou a pensar em reescrevê-la após a terminar, já que lhe tenho um carinho enorme! Como podem adivinhar a vossa opinião é soberana, portanto respondam à sondagem ao lado sff ;)

E agora para terminar (sim, está mesmo quase!), há novidades no blog. Não sei se já repararam mas há um novo separador. Perguntas, curiosidades e cusquices. Passem por lá e espreitem ;)

Agora resta-me despedir, dizer-vos que agora voltam as aulas e que vou demorar mais a postar, pedir-vos a vossa compreensão para esse facto e voltar a desejar-vos um bom 2013!
Já sabem, mesmo que não deixem um comentário, deixem uma reação. É apenas um clique e faz-me sentir lida, o que é gratificante!


Beijo
Ana Santos